sexta-feira, 8 de julho de 2016

Espanha: Galícia e sua orgia de frutos do mar

Navajas 
A Galícia é famosa pela qualidade e variedade de tudo que vem dos mares. Mariscos de primeira, fresquinhos e saborosos, mas também para lá de bizarros. Tenho a impressão que Iemanjá foi muito mais generosa com os espanhóis! Quer conhecer algumas dessas delicatessen esquisitonas? Então continue lendo nossa seleção de iguarias para cair de boca! 

As da foto aí de cima são as navajas. Um marisco branquelão e comprido em uma concha em forma de navalha, o que lhe dá o nome homônimo super simpático. Dependendo do local onde é servido, vem com bastante areia nas pontas, mas é só arrancá-las e mandar ver. Regadas com um saboroso azeite espanhól não tem pra ninguém!
percebes
 Esse estranhão aí de cima são os percebes - clássico "weirdo"! É preciso tempo para aprender a admirar. Apesar do aspecto excêntrico, tem gostinho de mar, é bem saboroso, aliás. Pena que sejam tão caros (um quilo pode custar entre 60 e 120 euros, dependendo da temporada). Mas dá para pedir uma porçãozinha menor por 20 pilas só para experimentar. O problema é a extração dos dito-cujos das pedras no mar. Os "perceberos" praticamente arriscam a vida brigando contra os golpes das ondas para apanhá-los. Para comer, é preciso tirar essa unha e puxar a carne de dentro dessa pelanca preta. Coragem que vale a pena!

Vieira 
A Viera é a clássica concha de Santiago, aquela que os peregrinos carregam amarradas nas mochilas. Esta da foto está gratinada. É uma porção única da carne, que dá para comer em uma tacada só. A unidade pode custar de 9 a 13 euros, como entradinha. Não é lá um prato econômico, mas é delicioso. Se você pedir, alguns locais ainda te dão a concha como lembrança. Assim, não é preciso comprar aquelas "fake" das lojinhas de souvenires! Em outros países como na Alemanha, a iguaria chama Jakobsmuschel, ou seja, a concha do Santiago. Mas é vendida congelada e sem a casquinha! :(

zamburiñas
As zamburiñas são uma versão menorzinha da vieira. São macias e apetitosas, servidas assim só com azeite e especiarias. Uma boa pedida para fazer aquele "wash down" são os vinhos brancos da região, da uva albariña. Tem coisa melhor que petiscos (tapas, em castelhano) e ainda numa versão saudável e nutritiva?

Berberechos
Estes aqui não têm nada de peculiar, são os clássicos vongoles ou uma versão bem similar. Mas, servidos assim em abundância para acompanhar a cervejinha vespertina (no caso a Estrella da Galicia). Basta um limãozinho e bora para dentro. Às vezes dá para ver nos botequinhos mais simples o cozinheiro trazendo a rede com os mariscos e atirando-os à água. 

Mariscada
Com esta foto dá para sacar porque o termo orgia, né? As famosas mariscadas servem de tudo um pouco (com exceção dos mariscos estapafúrdicos). Camarões, lagostins, siris, caranguejos, mexilhões e todas as perninhas pertencentes! Mais legal são todos os intrumentos para brincar de operação. É preciso descer o martelo!
Polvo à Feira 

Tá bom, o polvo não tem nada de exótico, mas é um prato tão clássico na Galícia que merece uma atenção especial. Grelhado, mas bem molinho a ponto de desmanchar na boca, é temperado com muita paprica e azeite. Vende até em barraquinha de rua, meio com aquele climão pastel da feira, sabe? Um belisco para qualquer hora. 

Polvo inteiro antes de cair na grelha
Alguns botecos e restaurantes deixam a peça do polvo exposta e vão lá tirar um teco, cada vez que alguém pede o clássico "polbo à feira". Vendo assim, parece casquinhas de machucado, mas ainda dá água na boca!
Fazenda de mariscos no litoral Galeco, Rías Baixas
Os mega empolgados com os presentes marítimos (euzinha) podem fazer uma excursão de barco até as fazendas de vierias, mexilhões e ostras. As redes com os mariscos já crescidos pesam toneladas. O passeio ainda inclui degustação de mexilhões ao vapor com uma garrafa inteira de vinho!  Carpe Diem! 
Mexilhões saídos da rede
Dá para notar o quão fresco estão os mexilhões com os restinhos de rede emaranhadas em sua carne alaranjada. 
Vieiras e zamburiñas cruas lado a lado para comparação

O mercado de Abastos, em Santiago, vende todas esses inusitados bichos estranhos. Um local comentou que é possível ir até lá, adquirir o jantar e levá-lo até seu restaurante favorito. Aí é só pedir para que cozinhem especialmente para você. Não tentei, mas fica para a próxima. 
















Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...